Em uma coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Despachos, o comandante geral da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE), coronel Marcony Cabral, detalhou o esquema de policiamento em Sergipe no carnaval. Segundo ele a Polícia Militar integra a Força Tarefa de Combate ao Covid-19 e atuará coibindo realização de eventos e aglomerações durantecarnaval.

Ainda de acordo com o comandante foi feito um mapeamento de todos os municípios sergipanos, em especial dos municípios que tem em sua tradição festas de carnaval. Serão 1.200 homens atuando nos dias de carnaval nos municípios do interior do estado. A capital também terá a fiscalização da PM/SE.

“Normalmente o carnaval já sobrecarrega o sistema de saúde com os acidentes e problemas nas festas, e se esse ano a festa acontecesse normalmente, além dos ocorrências corriqueiras, após o carnaval teríamos um aumento expressivo de casos de Covid-19, e um colapso na saúde. A população é quem vai padecer. Esse é um trabalho preventivo com o intuito de manter a população saudável”, enfatiza o comandante.

O trabalho da polícia acontecerá normalmente, mas será reforçado na atuação da fiscalização do carnaval.

“Temos a presença da Polícia Militar em todos os municípios sergipanos. Desde o anúncio do decreto governamental já entramos em contato com os comandos dos municípios, para buscarem as pessoas que estão planejando festas, e que informem que esse ano eles não poderão realizar esses eventos. Estamos fazendo o trabalho preventivo para não precisar utilizar a força, mas se for necessário, usaremos”, conclui o comandante.