Foi com muita alegria que a Academia Gloriense de Letras (AGL) recebeu mais de duzentos participantes, entre estudantes, professores, escritores e amantes da arte de escrever e ler no VI Encontro de Jovens Escritores do Alto Sertão Sergipano (EJEASS) na manhã do último sábado, 21/05/22, no Auditório do SENAC, Nossa Senhora da Glória.

Sabe-se o quanto diversas crianças e jovens se debruçam no ato de ler e escrever, graças ao olhar dos pais e de seus educadores. Após um período longo de distanciamento, foi muito significativo o reencontro, interligado pela leitura e escrita. Cabe salientar que as duas últimas edições do evento ocorreram virtualmente. O nosso estado vive um momento muito esplendoroso no campo literário e cultural, cabendo a cada um de nós promover ações que deem oportunidades a outros sujeitos.

Em dezembro, a AGL completará 10 anos de sua instalação, tonando-se a primeira Academia dos municípios sergipanos, e é muito satisfatório assistir às trilhas construídas por esta agremiação. Consolidando-se no cenário local, regional, nacional e internacional por conta de seus múltiplos projetos. É com respeito e união que a agremiação quer continuar desenvolvendo seus projetos em prol da literatura e cultura gloriense e sergipana.

O EJEASS já se consolidou e é muito emocionante vê-lo sendo canal para jovens como a cordelista Emilly Barreto e o poeta Matheus Alves se desenvolverem e desbravarem o mundo das palavras, construindo novas pontes e evidenciando a cultura dos seus lugares.

A cada ano assistimos ao surgimento de projetos que incentivam crianças, jovens e adultos a lerem e escreverem. A AGL não poderia se furtar e deixá-los fora deste evento. Sendo assim, foi concedido o Certificado de Honra ao Mérito a doze projetos que vêm mudando o cenário de suas localidades, tais como: Academia de Letras Estudantil de Japoatã (Japoatã), Projeto Antologia Atena (Nossa Senhora da Glória), Academia Sergipana de Contadores de História (Aracaju), Centro Acadêmico de Letras do Colégio O Saber (Itabaiana), Clube de Leitura Antônio Carlos Viana (Nossa Senhora da Glória), Projeto Construção Historiográfica (Nossa Senhora das Dores), Movimento Cultural Maria Pereira (Itabaiana), Projeto Roda de Leitura (Aquidabã), Projeto Viajando na Leitura (Amparo de São Francisco e os Projetos Eu conto, tu contas, nós escrevendo, Plêiade Cavalo do Cão e A Poesia indo à Escola (Monte Alegre de Sergipe. São seres que fazem e não esperam acontecer.

Durante o evento, a AGL fez o lançamento do VIII Concurso Literário Professora Maria Iracema Santos, convidando os estudantes de escolas públicas e privadas do nosso estado a escreverem seu conto, crônica e poema e se inscreverem no Concurso. Ainda ocorreu uma palestra com a professora Daynara Côrtes, lançamento da obra Sementes do Semeador organizada pela Academia de Letras Estudantil de Japoatã e sorteio de diversos livros de escritores sergipanos.   

Além dos membros que compõem os projetos, o evento contou com a participação dos membros da Academia Sergipana de Letras, Antônio Saracura e Domingos Pascoal, o escritor malhadorense Jilberto Oliveira, a cordelista Salete Nascimento, o escritor Hélio Oliveira, a escritora e jornalista canindeense Egicyane Lisboa, o secretário municipal de educação de Nossa Senhora da Glória, Cleverton Rodrigues, entre outros.

Ouvir crianças e jovens expressando sua visão sobre o universo da leitura e da escrita é renovar as esperanças diante de um cenário que muita das vezes ai de encontro a estas falas, mas graças ao trabalho sério desenvolvido por educadores no chão da escola percebe-se que é possível construir um novo amanhã, através do encontro com o outro possibilitado pela leitura e escrita, como bem retratou o tema do evento “A leitura e escrita: um encontro com o outro”.

Carlos Alexandre N. Aragão

Presidente da Academia Gloriense de Letras