A atleta olímpica sergipana Duda Lisboa estreia nesta sexta-feira (23) nas Olimpíadas 2021, no Japão, ao lado da dupla, Ágatha Rippel. A competição iniciará logo após a cerimônia de abertura, que acontece desde às 8h (horário de Brasília) no Estádio Olímpico de Tóquio. 

Para a mãe da sergipana, Cida Lisboa, a participação da filha nas Olimpíadas é a realização de um grande sonho. “Elas trabalharam tanto para conquistar essa vaga, e hoje começa a concretização de um sonho”, disse Cida, que também é treinadora da atleta. 

Com as emoções à flor da pele, Cida, que está no Rio de Janeiro atualmente, aguarda ansiosa pelo início das partidas. “Estou com uma mistura de sentimentos absurda. Sou técnica, mas também sou mãe. Daí dá para entender como está meu coração de mãe, que sofre bastante. Mas eu acredito que o que tiver de ser, será, e torço muito para que tudo aconteça bem”, relatou ela ao F5News. 

Três equipes de vôlei estarão em quadra nesta sexta-feira (23). A dupla formada por Alison e Álvaro Filho será a primeira a competir, às 22h. Duda e Ágatha disputam às 23h, contra a dupla argentina, e cinco minutos depois, o time comandado pelo técnico Renan Dal Zotto dá largada em busca de mais um ouro. 

A dupla masculina no vôlei de praia estreia contra os argentinos Julián Azaad e Nicolas Capogrosso. Campeão nos Jogos de 2016 (Rio de Janeiro), Alison sabe o peso da estreia. “Estamos nos preparando para esse jogo como se fosse uma primeira decisão aqui em Tóquio. Esse é o espírito do nosso time. O nível do torneio é muito alto, estamos muito concentrados, focados, temos uma chave duríssima, e não há time fácil ou tradição que vença jogos. Respeitamos todos os adversários e vamos fortes em busca das vitórias, pensando sempre em um passo de cada vez”, afirmou Alison ao Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Com informações da Agência Brasil*