O mês de outubro é dedicado a prevenção do câncer de mama, doença que atinge uma grande parcela da população brasileira, em especial a feminina. De acordo com a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2021, o Brasil deve registrar 66.280 novos casos de câncer de mama.

Compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença é o principal objetivo do Outubro Rosa, campanha internacional,  que destaca a importância fundamental da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Especialistas em todo o mundo buscam alertar que prevenção e o diagnóstico precoce aumentam as chances de cura. Por isso, a recomendação é que as mulheres, a partir dos 18 anos, procurem um médico uma vez ao ano para fazer os exames preventivos.

“As mulheres devem buscar um ginecologista, mastologista ou profissional da saúde capacitado para fazer o exame clínico uma vez ao ano, independentemente de ter sintomas. Mulheres de 50 a 69 anos devem fazer o exame de mamografia anualmente, e a depender do histórico familiar, os exames e a ida ao médico devem acontecer em intervalos diferentes, inclusive para mulheres mais jovens”, explica Ronnie Assis, médico oncologista que informa que a mamografia reduz em 30% o risco de morte, ao detectar a doença.

Além do exame clínico feito pelo profissional, o especialista ressalta a importância de as mulheres realizarem o autoexame. “É muito importante que as mulheres conheçam sua mama e possam notar qualquer diferença que venha a surgir. Por isso, recomendamos que mulheres a partir dos 18 anos, após o período menstrual, faça o autoexame apalpando toda a região da mama e das axilas”, orienta.

Além dos exames clínicos e de imagem, adotar alguns cuidados e hábitos saudáveis é fundamental para evitar o câncer. “Existem fatores de risco para o câncer, a exemplo de obesidade, sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de álcool e hábitos alimentares. Então, praticar atividades físicas pelo menos quatro vezes por semana, evitar carne vermelha, comer mais frutas, verduras e legumes, além de  evitar o tabagismo, são alguns hábitos que ajudam a prevenir não apenas o câncer de mama, mas todos os tipos de câncer. Qualidade de vida ajuda na qualidade da saúde”, afirma.

Os exames preventivos e o tratamento para os casos de câncer de mama são ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).