Um cantor identificado como José Aparecido da Silva, 57 anos, foi assassinado dentro da própria residência, no conjunto Parque dos Faróis, no município de Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana de Aracaju. 

O corpo dele foi encontrado em um dos cômodos do imóvel na noite desta quinta-feira (5). No Instituto Médico Legal (IML), a morte foi registrada como tendo sido provocada por arma branca.

Relatos de familiares à Rádio Jornal indicam que um homem com quem José Aparecido estaria se relacionado seria o principal suspeito do crime. Vizinhos contaram ter ouvido gritos e pedidos de socorro vindos da residência durante a tarde, mas o corpo só foi encontrado no final do dia, com marcas de golpes de faca e mordidas.

A Polícia Civil confirmou que a vítima morava na casa alugada há aproximadamente dois anos. Uma testemunha chegou à localidade e se  deparou com o cantor caído ao chão. A Polícia Militar foi acionada e atendeu à ocorrência. A Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados e fizeram os exames periciais e o recolhimento do corpo”, informou

Conhecido como Sidney Chuchu, ele atualmente cantava em barzinhos. Integrou a primeira formação da banda sergipana Calcinha Preta, de 1995 e 1998, dividindo os palcos com a cantora Luciana Linhares. “Noite de muita tristeza. Que Deus, meu amigo, lhe dê descanso eterno”, postou ela nas redes sociais. 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil pede que informações e denúncias sejam encaminhadas ao Disque-Denúncia (181).