Por conta do grande volume de chuvas no estado de Minas Gerais, a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) confirmou o aumento da vazão de água realizado pela Usina Hidrelétrica de Xingó, localizada no rio São Francisco, na divisa entre Alagoas e Sergipe. 

O nível do fluxo da água registrado pelo reservatório de Xingó está atualmente em 967 m³/s. De acordo com a Chesf, essa vazão deve aumentar gradualmente a partir desta quarta-feira (12) até o próximo dia 24 e pode chegar a 4.000 m³/s. 

Já o reservatório de Sobradinho, localizado na região norte do estado da Bahia, registra 816 m³/s e também deve aumentar gradativamente a vazão até 4.000 m³/s. A Chesf ainda informa que a região não libera um fluxo tão alto desde o ano de 2009 e alerta a população a não utilizar os espaços nas margens do rio.

A informação foi passada pela assessoria de comunicação da Chesf, na manhã desta quarta-feira (12), que confirmou não haver risco de rompimento de nenhuma barragem operada pela companhia e informa que todas são monitoradas diariamente dentro de um plano de manutenção e segurança dessas operações.

Contudo, a Chesf ainda alerta sobre as ocupações irregulares nas margens do rio. Isso porque, em vista do aumento do fluxo de água, o nível da corrente pode aumentar repentinamente e surpreender as pessoas moradoras dessas regiões que não deveriam estar habitadas.