Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, é procurado por uma força-tarefa de mais de 200 policiais há nove dias. O nome dele veio à tona na última semana por ser o principal suspeito de uma chacina no Incra 9, em Ceilândia. No entanto, Lázaro tem sido julgado, condenado e procurado por diversos crimes desde 2008.

Há 13 anos, ele foi condenado por duplo homicídio na Bahia, fugiu de pelo menos três presídios e espalhou terror por onde passou. Sozinho ou ao lado do irmão, morto há cinco anos, estuprou mulheres, queimou casas, feriu e matou pessoas. Além disso, é suspeito de fazer rituais de satanismo e bruxaria.

Desde o assassinato de quatro pessoas de uma mesma família no DF, Lázaro também trocou tiros com um caseiro na região de Cocalzinho (GO) e feriu de raspão um policial militar de Goiás.

Confira Cronologia de crimes e fugas do psicopata:

Novembro de 2008- Consta em inquérito policial que, em 17 de novembro de 2008, por volta das 3h, no povoado de Melancia II, município de Barra do Mendes, na Bahia, Lázaro matou dois homens. O nome das vitimas eram José Carlos Benício de Oliveira e Manoel Desidério Silva. Na ocasião, Lázaro confessou o crime e disse que foi motivado por uma briga, após ser acusado de roubo por Manoel Silva.

Ele foi capturado pela Policia da Bahia pelo duplo homicio em Barra do Mendes. E ficou preso no Complexo Policial de Irecê.

11 de Dezembro de 2008 – O Ministério Público da Bahia (MPBA) denuncia Lázaro por duplo homicídio doloso qualificado contra as vítimas José Carlos Benício de Oliveira e Manoel Desidério Silva.

2009- Lázaro Barbosa foge do Complexo Policial de Irecê, no interior da Bahia, que é destinado apelas para presos provisórios. Ele é considerado foragido até hoje.

2009 – Lázaro está em Brasília. Uma oradora de Ceilândia, de 31 anos, relata que foi estuprada por ele e pelo irmão, Deusdete, morto há cinco anos. Os irmãos invadiram uma casa no Sol Nascente e fizeram a família de refém. A jovem, com 19 anos, visitava primos e tios. Todos foram despidos e trancados no banheiro. Os dois estavam com uma espingarda e facas.

2009- O psicopata é preso no Complexo Penitenciário da Papuda (CPP). A prisão em Brasília é pelas suspeitas de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

2013 – Laudo psicológico aponta que o criminoso tem possibilidade de “ruptura do equilíbrio, preocupações sexuais e sentimentos de angustias”. Lázaro, segundo os especialistas, teve o desenvolvimento psicossocial prejudicado devido a agressões familiares, uso abusivo de álcool e drogas, falecimento familiar, abandono das atividades escolares, trabalho infantil e situação financeira precária.

2014- A prisão de Lázaro é convertida para regime semiaberto.

2016- Lázaro Foge da Papuda.

8 de março de 2018- Lázaro é preso em Águas Lindas (GO) por suspeita de assassinatos ocorridos na Bahia, em Barra do Mendes. Ele também é acusado de estupro, roubo e porte ilegal de armas no DF. Ele tinha, à época, três mandados de prisão em aberto.

Julho de 2018- Cinco detentos tenta fugir do presídio de Águas Lindas. Lázaro é o único que obtém êxito. Ele consegue passar por um buraco feito no teto do local e foge da prisão, pouco mais de quatro meses depois de ter sido preso pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Águas Lindas.

26 de abril de 2021 – Segundo informações da polícia, Lázaro invade uma casa no Sol nascente, tranca pai e filho em um quarto e leva a mulher para o matagal, onde a estupra.

17 de maio- Lázaro faz uma família refém também no Sol Nascente. Ele teria entrado na casa com revólver e faca, amarrado a família e tirado as roupas deles. Ninguém fica ferido.

9 de junho de 2021 – Três pessoas são mortas com tiros e facadas em uma casa na zona rural de Ceilândia. A família é assassinada. Morrem no local, Claúdio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. O suspeito do crime, Lázaro Barbosa, sequestra a mulher de Claúdio – Cleonice Marques de Andrade, 43.

10 de junho de 2021 – Lázaro invade outra casa. A proprietária e o caseiro são mantidos reféns por mais de 3h enquanto Lázaro come, bebe e usa drogas.

11 de junho de 2021- Ainda em Ceilândia, Lázaro faz outra família refém, rouba um carro e foge para Cocalzinho (GO). Ele coloca fogo no veículo.

12 de junho de 2021– Lázaro rouba armas de fogo, troca tiros com a polícia e coloca fogo numa casa.

12 de junho – O corpo de Cleonice Marques de Andrade é encontrado à beira de um córrego próximo à casa onde a família mora. No local do crime são encontrados preservativos e cabelos da mulher. A suspeita é de que Lázaro tenha feito um ritual macabro com a mulher antes de matá-la com dois tiros.

13 de junho- Apesar da força-tarefa de 200 homens das forças de segurança do DF e de Goiás em busca do acusado, Lázaro rouba um carro. Ele dirige por 30 km quando se depara com a polícia e troca mais tiros, desaparecendo no mato em seguida.

14 de junho- Lázaro troca tiros com um funcionário de chácara, depois de pedir um prato de comida. A polícia segue no encalço do acusado.

15 de junho- Durante a manhã, Lázaro chega a pedir um prato de comida ao chacareiro Rosinaldo Pereira de Moraes, 55, que trabalha na fazenda onde o criminoso é flagrado por câmaras de segurança. O suspeito foge antes de conseguir o alimento.

15 de junho- Um vídeo mostra o momento em que policiais civis e militares do Distrito Federal e de Goiás encontram três pessoas da mesma família reféns do psicopata Lázaro Barbosa, 32 anos. As imagens mostram pai, mãe e filha deixando uma mata fechada, em Edilândia (GO), pelo leito de um rio. No momento em que só registrados, ouve-se, pelo menos, quatro tiros disparados por Lázaro.

16 de junho – Uma força-tarefa de policiais continua as buscas por Lázaro. A Policia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio do Laboratório de Representação Facial Humana, divulga imagens de possíveis disfarces de Lázaro Barbosa de Sousa. A PCDF solicita o apoio da população para localizar o homem. As informações podem ser feitas pelo Disque Denúncia, no telefone 197. A ligação é anônima.