Duas crianças de quatro anos morreram carbonizadas em um incêndio no começo da tarde deste sábado (18), em uma mercearia em Gararu, no Sertão de Sergipe. As vítimas foram identificadas como Higgor Augusto e Huggo Antonio, irmãos gêmeos. A mãe das crianças, Neutênia Danielle Froes da Silva Lima, sofreu queimaduras graves, sendo levada pelo Samu. Segundo ainda as informações policiais, o pai dos gêmeos, o comerciante Pedro Fonseca Lima, não teve queimaduras significativas.

Guarnição Azulão 11 encontra-se no local, assim como o Corpo de Bombeiros e o Samu. Os Institutos Médicos Legal e de Criminalística também foram acionados.

Segundo o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), o Corpo de Bombeiros foi acionado às 13h30. O sargento Sena, pantonista no batalhão, disse que, pelas informações repassadas por colegas no local, o incêndio teria começado num depósito da loja. “Quando a mãe foi dar conta da situação, já estava pegando fogo no local; ela tentando entrar no fogo foi que populares conseguiram conter ela”. “Como o local tinha muito material inflamável, ainda não se sabe a origem do fogo”, completa o sargento. 

Ainda segundo ele, a mãe foi conduzida ao hospital, juntamente com o pai, pelo Samu.