Após vencer o jogo contra o Equador por 2 a 0, na noite desta sexta-feira, 04, o capitão da seleção brasileira, Casemiro, reafirmou o posicionamento dos jogadores de não concordarem com a realização da Copa América no Brasil e cogitarem não participar da competição.

Embora o jogador do Real Madri tenha evitado falar diretamente sobre o assunto. Durante a entrevista pós-jogo ele citou que “nosso posicionamento todo mundo sabe, mais claro impossível, Tite já deixou claro. Existe respeito e uma hierarquia que temos que respeitar, e claro que queremos dar nossa posição. Queremos falar, mas não queremos desviar o foco”.

A indignação dos atletas brasileiros com essa situação veio à tona na noite da última quinta-feira, quando o técnico Tite revelou nas entrelinhas que os jogadores tinham ficado insatisfeitos com a decisão da CBF de realizar a Copa América no Brasil.

Diante do colapso que o país se encontra devido a pandemia, os atletas criticaram a atitude da entidade e solicitaram uma reunião com o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

As informações indicam que não houve acordo entre as partes.

Na próxima terça-feira, 08, a seleção volta a campo contra o Paraguai e a promessa dos jogadores é que após a partida eles irão se pronunciar claramente sobre o assunto.

Por: Emily Lima