Uma jovem de 22 anos foi encontrada morta, no final da manhã desta quarta-feira (10), em uma área de matagal às margens da BR-235, no Povoado Cafuz, em Areia Branca, no Agreste de Sergipe.

A vítima identificada como Mel Mesquita teve o corpo parcialmente carbonizado. Há suspeitas de que ela tenha sido abusada sexualmente.

Segundo familiares, a jovem teria saído de casa, no município de Areia Branca, na tarde dessa terça-feira (9), para fazer um pagamento em uma casa lotérica, mas não retornou.

Em entrevista à TV Atalaia, dona Rosa, tia da jovem, disse que ela era uma pessoa boa e que a família não faz ideia de quem pode ter cometido o crime bárbaro.

Mel deixa dois filhos, um de oito anos e outro de quase dois. O pai de um dos meninos morreu em uma acidente de carro, há poucos dias.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo e o Instituto de Criminalística realizou os primeiros levantamentos no local.

Informações que possam ajudar no trabalho da polícia podem ser passados para o número 181 – Disque Denúncia. O sigilo é garantido.

A vítima identificada como Mel Mesquita teve o corpo parcialmente carbonizado. Há suspeitas de que ela tenha sido abusada sexualmente.

Segundo familiares, a jovem teria saído de casa, no município de Areia Branca, na tarde dessa terça-feira (9), para fazer um pagamento em uma casa lotérica, mas não retornou.

Em entrevista à TV Atalaia, dona Rosa, tia da jovem, disse que ela era uma pessoa boa e que a família não faz ideia de quem pode ter cometido o crime bárbaro.

Mel deixa dois filhos, um de oito anos e outro de quase dois. O pai de um dos meninos morreu em uma acidente de carro, há poucos dias.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo e o Instituto de Criminalística realizou os primeiros levantamentos no local.

Informações que possam ajudar no trabalho da polícia podem ser passados para o número 181 – Disque Denúncia. O sigilo é garantido.