A notícia publicada na imprensa de que a Petrobras teria comunicado às distribuidoras do Nordeste que não iria mais fornecer gás natural em 2022 preocupou o deputado federal Laércio Oliveira que agendou uma reunião com o diretor Geral da Agência Nacional de Petróleo, Rodolfo Saboia, e a diretora Symone Araújo para tratar sobre o assunto. Eles informaram que não haverá descontinuidade no suprimento do gás e que novos supridores atenderão às distribuidoras do Nordeste, como já aconteceu com Pernambuco e Rio Grande do Norte.

A preocupação do deputado sobre do posicionamento da Petrobras de cancelar as propostas apresentadas na chamada pública era relacionada com a situação da Sergás, especialmente para os consumidores cativos que não têm possibilidade de buscar, como os consumidores livres, novos supridores.

O parlamentar destacou ainda a importância da ANP dar celeridade na regulamentação da Lei do Gás para ocupar o vácuo regulatório e inibir iniciativas estaduais e articulações políticas que tem o objetivo de desfazer pontos importantes do marco do gás.

Symone Araújo aproveitou a oportunidade para informar que a ANP está atenta para todas as demandas de abastecimento, visto que a entidade tem por finalidade promover a regulação, a contratação e a fiscalização das atividades econômicas integrantes da indústria do petróleo e gás, em conformidade com os interesses do País.

Fonte: Assessoria de Comunicação