Uma das doenças que mais afeta a visão, o glaucoma pode causar cegueira irreversível caso não se faça tratamento adequado. Por conta disso, o ‘Maio Verde’ é considerado o mês de prevenção da doença.

Segundo a oftalmologista Denise Barroso, presidente da Sociedade de Oftalmologia de Sergipe, o maio verde serve para o alerta sobre a doença. “O maio verde é por conta do dia 26 de maio, quando se comemora o dia do Combate Nacional ao Glaucoma. O alerta serve para evitar essa doença que causa cegueira de forma irreversível. O glaucoma é uma doença no nervo óptico que causa uma perda progressiva desse nervo”, explica Denise.

Apesar da doença não ter cura, o tratamento pode ser realizado a laser, com medicamentos como colírios, ou com cirurgias em alguns casos. De acordo com Denise, as estatísticas atuais do glaucoma podem ser mudadas através da prevenção.

“Para mudar essa estatística de glaucoma no mundo é preciso prevenção, pois a doença é silenciosa. A prevenção é anual, com idas ao oftalmologista, principalmente por quem tem fator de risco, como as pessoas quem têm familiares com glaucoma, com perda de visão, que têm pressão alta, doenças reumatológicas ou quem está acima dos 40 anos”, destaca a oftalmologista.

A idade é um dos fatores que mais podem influenciar no quadro do glaucoma e apesar de ser possível ocorrer ainda na juventude, as chances de contração da doença aumentam após os 40 anos. “Pode ocorrer em qualquer idade, inclusive em crianças e jovens. A incidência vai aumentando conforme a idade. Tem um aumento substancial a partir dos 40, dos 60 e muito mais partir dos 80”, completa Denise.

Neste sábado, 22, haverá um evento virtual para tirar dúvidas sobre o glaucoma. A ação é promovida pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Pelo endereço www.24hpeloglaucoma.com.br, poderão ser acessadas, de forma gratuita, conferências e salas de teleorientação.