O transporte coletivo de Aracaju está com o serviço comprometido na manhã desta quinta-feira (13). Rodoviários realizam paralisação das atividades e buscam a regularização dos direitos trabalhistas e o pagamento de salários atrasados. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Aracaju divulga que já busca alternativa para amenizar o problema. 

126 ônibus da frota que opera nas linhas da Região Metropolitana da capital não saíram das garagens, mais de 30 linhas foram afetadas. As informações são da SMTT. Nenhum veículo da empresa Modelo saiu da garagem e os trabalhadores do transporte coletivo fazem protesto, nesta manhã, na frente da companhia.  

Segundo os rodoviários, eles estão sem receber férias, 13º salário, além de constantes atrasos no pagamento dos salários. Eles reclamam ainda de um atraso de dois anos no pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). 

A SMTT informou que o órgão já entrou em contato com as demais empresas que fazem parte do sistema de transporte coletivo para que ônibus extras sejam colocados em operação para amenizar os prejuízos causados pela paralisação.

Matéria em atualização