Ao estrear na carreira política, o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro pregou união e defendeu o combate à corrupção. Moro se filiou ao Podemos nesta quarta-feira (10). O evento ocorreu no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

O ex-juiz defendeu o legado da Operação Lava Jato, que investigou desvios de dinheiro na Petrobras, e firmou um compromisso. “Nunca renunciarei aos meus princípios e ao compromisso com o povo brasileiro. Nenhum cargo vale a sua alma”, frisou.

Moro acrescentou. “Quebramos a impunidade da grande corrupção de uma forma e com números sem precedentes. Julgamos e condenamos pessoas poderosas do mundo dos negócios e da política que, pela 1ª vez, pagaram por seus crimes”, destacou.