O cardiologista Marcelo Queiroga, médico escolhido para assumir o Ministério da Saúde, chegou para seu primeiro encontro com o atual ministro, o general Eduardo Pazuello, que está de saída do cargo. O encontro marca a primeira reunião de transição no comando do Ministério da Saúde, em meio a mais grave crise da pandemia no país.

Ao chegar a sede do ministério em Brasília, Queiroga falou rapidamente com os jornalistas. Ele disse que a política de combate a pandemia ” é do governo e não do ministro da Saúde”, acrescentando que ele veio “dar continuidade” ao trabalho já exercido pelo seu antecessor, general Pazuello. Destacou ainda que a imprensa “tem papel muito importante” no combate a pandemia e que espera o apoio para “, juntos, vencer a Covid”.

Fonte: R7