O Instituto de Criminalística de Sergipe realizou no último sábado, 26, no bairro Olaria, em Canindé do São Francisco, uma reprodução simulada dos fatos visando esclarecer todas as versões colhidas no inquérito policial que investiga a morte de uma criança durante uma operação da Polícia Militar contra o tráfico de drogas. O caso foi registrado no dia 23 de maio deste ano.

A reconstituição dos fatos foi requisitada pelo delegado Douglas de Lucena, responsável pelas investigações, para tentar entender a dinâmica em que ocorreu a morte da criança. Na ocasião, o menino estava com dois traficantes conhecidos na região, quando houve trocas de tiro com a guarnição da Polícia Militar.

O delegado e sua equipe acompanharam os trabalhos dos peritos e receberam o apoio operacional da Polícia Militar. A reprodução aconteceu exatamente nos mesmos locais onde ocorreram os confrontos. O inquérito policial segue seu curso normal e vai aguardar os laudos periciais que estão sendo produzidos pelo Instituto de Criminalística.

Fonte: SSP/SE