Em julgamento de recurso ordinário eleitoral na noite desta terça-feira, 9, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu absolver a chapa vitoriosa nas eleições majoritárias de Sergipe, em 2018, encabeçada por Belivaldo Chagas (PSD) e Eliane Aquino (PT).

Os magistrados da Suprema Corte Eleitoral entenderam que Belivaldo e Eliane não praticaram abuso de poder durante o período de campanha eleitoral em 2017, contrariando o raciocínio da ação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, que indicava que a dupla utilizou a máquina administrativa do Governo do Estado com o objetivo de promover sua imagem e uso repetido de propaganda institucional.

Em meados de agosto de 2019, o TRE julgou ações de Investigação Judicial Eleitoral interpostas contra o governador e a vice, condenando a chapa pelas mesmas irregularidades eleitorais, determinando a cassação da chapa.

Uma decisão negativa, às vésperas do ano eleitoral, mexia com os bastidores da política e, principalmente, com as especulações de sucessão no Governo do Estado. Atualmente Belivaldo Chagas lidera o bloco governista e tem na mesa diversos nomes para formar a chapa para as eleições majoritárias de 2022.

Fonte: FanF1