Uma plenária de bancários de Sergipe e da Bahia, realizada nesta segunda-feira (31), com a participação de mais de 650 trabalhadores, aprovou indicativo de greve de 24 horas para o dia 8 de junho. A intenção da categoria é chamar atenção para o pedido de inclusão dos trabalhadores no PNI (Plano Nacional de Imunização).

Agora, os sindicatos devem realizar assembleias virtuais para deliberar sobre a proposta. Os bancários sergipanos se reúnem nesta sexta-feira (4). Os trabalhadores também farão uma carreata, neste sábado (05), pelas ruas da capital sergipana, num ato chamado “Bancários pela Vacina”. Na segunda (7), será realizada uma nova plenária para organizar o movimento do dia seguinte.

De acordo com o Sindicatos, já foram enviados documentos ao Ministério da Saúde, além de reuniões com as Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, e atos e protestos para cobrar celeridade na vacinação.

“Precisamos defender o que o governo definiu, se somos essenciais, então temos que ser tratados como essenciais. Não queremos furar fila, mas queremos proteger a vida da categoria que não parou em um só momento durante a pandemia”, afirma o presidente da Feebbase, Hermelino Neto.