Após a criação da vacina e com o avanço da imunização contra a Covid-19, a comunidade científica mudou de foco e agora tenta descobrir por quanto tempo as doses protegem o paciente, e se é preciso aplicar um reforço para garantir o funcionamento da fórmula.

O processo de desenvolvimento de uma vacina demora anos e, normalmente, já se tem um pouco mais de informação sobre o tempo de proteção quando o imunizante chega ao braço do paciente.

Por causa da urgência mundial, o desenvolvimento dos imunizantes contra Covid aconteceu a toque de caixa e esses dados ainda estão sendo apurados. A maioria das empresas ainda não consegue confirmar por quanto tempo dura a proteção até porque as primeiras doses da vacina começaram a ser administradas apenas nos últimos dias de 2020.

Fonte: F5News via Metrópoles