As cerimônias fúnebres de despedida de Paulinha Abelha começaram na manhã desta quinta-feira (24) e devem se estender até a tarde da sexta-feira (25), quando o corpo da cantora deve ser sepultado em sua cidade natal, no município de Simão Dias, no centro-sul de Sergipe.

Vocalista da banda Calcinha Preta, Paulinha faleceu aos 43 anos em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico, causado por disfunções renais, hepáticas e neurológicas. Ela estava internada em um hospital particular de Aracaju.

O velório de Paulinha Abelha começou ainda na noite de quarta-feira (23) em um ambiente reservado apenas para os familiares em um velatório da capital sergipana. Às 7 horas da manhã desta quinta, um velório aberto ao público foi iniciado no Ginásio Constâncio Vieira, na zona sul da capital.

Essa cerimônia pública deve acontecer até a manhã da sexta-feira. Às 8h, o corpo da forrozeira deve ser levado até o município de Simão Dias, onde deverá ser velado de 9h às 14h em local aberto ao público, e sepultado às 15 horas, em cerimônia restrita aos familiares.

Durante os 13 dias em que ficou hospitalizada, Paulinha Abelha passou por dois hospitais particulares na capital sergipana. Desde a divulgação do seu quadro clínico até a confirmação do óbito, uma intensa comoção toma conta das redes sociais em todo o país.