A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza neste sábado (25) o Dia D de Vacinação contra a covid-19, comuma grande repescagem nos 75 municípios sergipanos. O objetivo da pasta é estimular a população a se vacinar contra o coronavírus, já que cerca de 10% da população ainda não recebeu a primeira dose. 

De acordo com dados divulgados pela secretária de Saúde de Sergipe, Mércia Feitosa, durante coletiva na manhã desta quinta-feira (23), 89% da população com mais de 18 anos já foi vacinada com a primeira dose, no entanto, não foi ainda atingida a meta, que é imunizar 95% dos sergipanos. 

Ainda conforme a secretária, 178 mil pessoas com mais de 18 anos ainda faltam se vacinar. “A gente precisa resgatar essa população. Mesmo os municípios que estão com cobertura de D1 satisfatória, eles também vão participar porque vão resgatar os faltosos de segunda dose ou iniciar novos esquemas vacinais em adolescentes. A população precisa entender que a vacina é segura, confiável e eficaz”, reforça Feitosa. 

Ainda segundo a secretária, 19 municípios sergipanos atingiram mais de 70% da população com a D1, outros 31 imunizaram 60%, e somente quatro cidades estão com percentual abaixo de 60% de imunização com a primeira dose.  

Dose de reforço

Ainda conforme a secretária da Saúde de Aracaju, o Ministério da Saúde já confirmou que enviará doses para aplicação de reforço ao público idoso. A medida foi adotada diante de um crescimento nos casos de internamento deste público. Em Aracaju, o número de novos internamentos passou de cinco para 18 na última semana. 

“A proporção dessas pessoas internadas é maior nas pessoas acima de 60 anos. Isso alerta que a gente faça o reforço para aqueles idosos que já estão completando seis meses que já tomaram a segunda dose da vacina. É importante que deixe claro que o reforço é para quem já tomou a segunda dose até o dia 10 de abril. Essas pessoas estarão completando 6 meses até o dia 10 de outubro. Além disso, o MS já vem sinalizando que vai mandar doses de reforço para o público de imunossuprimidos. Estamos aguardando receber essas vacinas para anunciar a esse público”, disse Waneska.