Padre José Gumercindo Santos (1907-1991), fundador das duas famílias religiosas que têm expressiva presença na Arquidiocese de Aracaju, poderá ser reconhecido pela Igreja Católica como primeiro santo de Sergipe, no dia 27 de novembro, às 17h.

O ato jurídico ocorrerá na cidade de Tucano, interior da Bahia, sob a presidência do bispo diocesano de Serrinha-BA, dom Hélio Pereira dos Santos. Após o ato, abre-se oficialmente a fase diocesana para a coleta das provas testemunhais e documentais sobre a vida, as virtudes heroicas, a fama de santidade e a fama dos milagres do padre José Gumercindo.

Natural de Itabaiana, interior de Sergipe, o padre Gumercindo é, segundo os seus incontáveis filhos espirituais, um autêntico testemunho de seguimento de Jesus pela prática do amor. Deixou um legado de total consagração a Deus, servindo aos pobres, órfãos, jovens e vocacionados, através da educação e da prática da caridade em instituições e pastorais, em Sergipe e na Bahia. O religioso também fundou a Congregação Divino Mestre, na cidade de Tucano-BA.

Fonte: Arquidiocese de Aracaju