O Produto Interno Bruto( PIB) de Sergipe deverá crescer mais de 4%, primeiro entre os estados do país junto com a Paraíba em 2022, segundo análise macroeconômica da MB Associados/4E Consultoria.

O aumento proporcional projetado para a soma das riquezas da economia sergipana é maior do que o do Brasil, que varia entre 0% (MB Consultoria), 0,58% (Focus/Banco Central) e 1,4% (OCDE).

De acordo com o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, a prospecção de um resultado expandido reflete o planejamento do governo estadual. “Este é mais um indicador de que Sergipe, com um trabalho sério de gestão e planejamento, segue no rumo certo para o desenvolvimento econômico, que gera cada vez mais emprego e renda para a população”, diz.

Em estudo publicado em 2021, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB de Sergipe foi de R$ 44,69 bilhões em 2019 e apresentou crescimento em volume de 3,6% em relação ao ano anterior, o 5º maior avanço entre os estados brasileiros.

Houve evolução em três setores: Agropecuária (5% da economia do estado), com condições climáticas favoráveis; Indústria(20%), com um aumento na geração de energia elétrica; e nos Serviços, responsáveis por 75% do Valor Adicionado Bruto (VAB) sergipano em 2019.

*Com Agência Sergipe