No dia 17 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas, iniciamos a Quaresma, tempo em que a Igreja nos convida a um intenso e longo caminho de reflexão, é o período de quarenta dias que antecedem a principal celebração do Cristianismo, a paixão e a morte de Nosso Senhor Jesus Cristo e a sua Ressurreição.

A Quaresma começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos, anterior ao Domingo de Páscoa, celebração que nos permite conhecer a existência humana de Cristo.

Durante os quarenta dias, os cristãos dedicam-se à reflexão e a conversão espiritual e se recolhem em oração e penitência para lembrar todos os dias passados por Jesus no deserto e os sofrimentos que Ele suportou na cruz.

Sejamos fiéis a este tempo de intensa oração e reflexão sobre o caminho de Jesus até o calvário, façamos desse período, um momento não só de oração mas de mudança pessoal, é um tempo de recolhimento para que possamos rever a nossa vida e até que ponto, nós como cristãos, estamos correspondendo ao que nosso Senhor nos pede.

O principal de tudo, é refletir, voltar o olhar para o mais íntimo de si e perceber as imperfeições e lacunas, buscando em Deus a graça para superar todas e cada uma delas, com a certeza em nossos corações e as palavras que o Senhor dirigiu as mulheres quando foram ao seu encontro: “Alegrai-vos, não tenhais medo” (Mt 28).