A construção de uma nova ponte sobre o rio São Francisco, no trecho que liga Sergipe a Alagoas, causou algumas alterações no tráfego de veículos pela BR 101. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), são quatro faixas na via, no entanto, apenas duas estão sendo utilizadas para o fluxo normal de veículos.

Uma faixa está no sentido Sergipe/Alagoas, e outra faixa no sentido inverso, Alagoas/Sergipe. “As outras duas faixas de rolamento estarão para uso exclusivo dos caminhões basculantes, do tipo caçambas, no trajeto entre a jazida e o local da obra”, informa a comunicação do DNIT.

Ainda conforme o DNIT, as mudanças ocorrem para dar maior celeridade na execução dos serviços de terraplanagem que estão sendo realizados na cabeceira da ponte, do lado de Alagoas. 

O órgão garante que, apesar da obra, a pista está totalmente desbloqueada, com fluxo normal aos usuários da rodovia, e sem necessidade de rota alternativa. No entanto, o DNIT pede uma atenção maior dos condutores ao transitarem nas proximidades da ponte, uma vez que nos próximos meses ela funcionará em pista simples. 

“A alteração tem o objetivo de diminuir o tempo do percurso das caçambas entre a jazida e o local da obra, acelerando o ritmo da obra, visto que serão necessários o transporte de aproximadamente 220 mil m³ de terra. A operacionalização do tráfego na ponte desta forma deve perdurar até o mês de dezembro deste ano”, disse o DNIT. 

A situação deverá permanecer desta forma até meados de março de 2022, que é a previsão para a conclusão total da obra.