Idosos acima de 85 anos e que ainda não possuem o cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS), ou que estão com dados desatualizados, devem se dirigir à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima ou utilizar o formulário disponível no site da Prefeitura de Aracaju para regularizar a situação. A orientação é da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Aracaju, que está aguardando novas doses da vacina contra a covid-19 e se preparando para a próxima etapa da vacinação.

A secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, informa que esses dados são fundamentais, pois possibilitarão à SMS ter um número atualizado dos idosos acima de 85 anos que precisam ser imunizados. “É muito importante para a Secretaria da Saúde conhecer quem são esses idosos, a fim de montar um planejamento preciso. Assim, quando forem liberadas novas doses pelo Ministério da Saúde, poderemos avançar na vacinação a partir desse planejamento”, enfatiza a secretária.

Waneska ressalta que ainda não há vacina disponível para os idosos acima de 85 anos, e que essa atualização é necessária para o gerenciamento do Plano de Vacinação de Aracaju. “Essa ação é parte do nosso trabalho para ter números atualizados, o que nos ajudará no planejamento da vacinação, garantindo a celeridade, que é a principal meta do nosso trabalho”, salienta a secretária.

Cadastro e atualização

Os idosos acima de 85 anos que ainda não têm cadastro no SUS devem comparecer à UBS mais próxima, levando original e cópia de documento de identidade com foto, CPF e comprovante de residência. Em caso de atualização de informações, a exemplo da mudança de endereço, é necessário comparecer à UBS com um comprovante de residência atualizado.

Outro meio de informar à SMS sobre os idosos acima de 85 anos é através do Formulário para Vacinação, disponível no portal da Prefeitura de Aracaju.

Os dados atualizados são fundamentais para o gerenciamento da vacinação pela SMS. No início da segunda fase da campanha, a estimativa inicial anunciada pela SMS era a de vacinar 2.332 idosos com mais de 90 anos. Mas, no decorrer do processo, esse número foi atualizado para 2.245, por causa da atualização dos cadastros, quando foi constatado o falecimento de alguns idosos. “Por isso, fazemos esse apelo à população para que todos os idosos acima de 85 anos se cadastrem ou atualizem os dados”, reforça Waneska.

Organização

De acordo com dados da SMS, nesta segunda fase, direcionada aos idosos acima de 90 anos, 2.112 receberam a primeira dose da vacina, alcançando 94% da meta.

O levantamento apontou também que 68 idosos acima de 90 anos estão acamados ou com dificuldade de locomoção. Por isso, será realizada uma força-tarefa para vaciná-los nas residências até a próxima sexta-feira, dia 19.

Durante a execução desta segunda etapa da campanha, teve continuidade a vacinação dos profissionais de saúde e dos idosos institucionalizados, que residem em lares e asilos. Teve início, também, a aplicação da segunda dose da vacina. Até o momento, das 23.670 doses recebidas pela SMS, 16.190 já foram aplicadas.

Com informações da SMS